Ideologias Denominacionais

1. Continuantes

Igrejas que se vêem como continuação histórica da igreja fundada por Cristo. Esta é a visão da Igreja Católica de Roma, das Igrejas Ortodoxas e de outras Igrejas Orientais. Cada uma delas se entendem como a igreja verdadeira que remonta seus ensinos e práticas a Jesus e aos apóstolos. Estas igrejas reconhecem elementos eclesiais em outras denominações, mas acham que apenas eles são a igreja completa e verdadeira.

2. Restauracionistas

Igrejas que acreditam ser a restauração da Igreja fundada por Jesus. Estas igrejas entendem que a Igreja estabelecida por Cristo desapareceu com o tempo e por isso foi fundada outra vez, por providência divina, em razão do final dos tempos. Acreditam que o cristianismo histórico apostatou em algum ponto de sua existência, sendo necessário restaurar o cristianismo primitivo da era apostólica. Essas igrejas costumam dizer que seu fundador é o próprio Cristo, por revelação a seus fundadores, ou mesmo que Deus enviou anjos para que lhes entregassem uma mensagem para que fundasse a denominação. Embora cultivem o entendimento que as demais denominações convergiram para a apostasia e heresia, chegam a reconhecer a existência de pessoas salvas em outras denominações, mas acham que eles não estão compondo a expressão verdadeira da Igreja. Elas acreditam que seu próprio rol de membros perfaz a essência do Corpo de Cristo. São nesse de tipo de igrejas que estão arroladas as seitas cristãs ou igrejas pseudo-cristãs.

3. Integracionista

Igrejas que se vêem como partes integrantes da Igreja fundada por Jesus Cristo, a saber, do Corpo de Cristo. Esta é a posição de grande parte das igrejas protestantes e evangélicas como: Batista, Presbiteriana, Assembléia de Deus, Metodista, Luterana e outras denominações. Entendem que a igreja estabelecida por Cristo espalhou-se pelo mundo todo, e encontra-se dividida em muitas denominações. Estas igrejas reconhecem o ministério das outras denominações e buscam comunhão e cooperação entre elas, independente das divergências doutrinárias de cunho secundário. Apregoam que o ponto principal da fé cristã é o amor a Deus e ao próximo e a fé em Cristo Jesus, e a Bíblia como regra de fé e prática. Em muitos casos, buscam até mesmo sanar as divisões. Não são ecumênicas, como alguns tendem a pensar de modo precipitado, pois não comungam com denominações que se apartaram da ortodoxia das Escrituras.

comentários
  1. Ricando S disse:

    É, o que dizer agora pastores da “obra maravilhosa”?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s