BEREIANOS: DE NOBRES A PECADORES

Publicado: 31/03/2011 em Artigos

“Porém o homem espiritual julga todas as coisas, mas ele mesmo não é julgado por ninguém.” 2 Co 2:15

Em tempo de deturpação da mensagem do Evangelho, muitas Instituições Religiosas vêem pregando indiretamente contra a postura dos crentes de Beréia. Os crentes de Beréia foram aqueles elogiados por Paulo e seus companheiros missionários pelo fato de terem questionado as palavras do apóstolo e dos demais, conferindo nas Escrituras, se aquilo que eles falavam, de fato, tinha procedência bíblica. Paulo e cia, observando tal atitude dos bereianos, de pronto, consideraram-lhes muito mais nobres do que os de Tessalônica que apenas recebiam a mensagem sem ponderar e aferir sua qualidade.

Mas a atitude dos bereianos vem sendo combatida hoje de forma intensa. Em tempo de trocas de valores, de Ditaduras Religiosas, líderes dominadores, de egos enormes, não admitem darem justificativas ou serem contestados do motivo de cada doutrina, senão impõem suas teorias religiosas e “revelações” à força, unilateralmente, sob chantagens, ameaças e juízos divinos àqueles que ousam a desobedecê-los. Bem como, seus fiéis seguidores, nessa mesma “emoção”, defendem seus líderes cegamente, sempre arrematando: “Quem são vocês para julgar? Não podemos julgar! É pecado, sabia!? Temos que nos preocupar com nossa Salvação! E não com os ungidos do Senhor!”. Ou quando mais, difamam com toda sorte de palavras deselegantes a honra daqueles que pregam o Evangelho em detrimento dos ensinos de ditadores religiosos. Assim sendo, leiam o referido artigo, e meditem juntamente com os bereianos.

DOWNLOAD DO ARTIGO

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s